capa-2

Por que você não consegue perder peso?

Um dos principais questionamentos que costumo receber dos pacientes antes de iniciar o tratamento é sobre a dificuldade em perder peso. Muitos deles alegam já ter passado por todos os tipos de dieta e até terem sido tratados por outros profissionais, sem sucesso.

Qual é o fator então que está o impedindo de emagrecer? Só é possível determinar após uma análise minuciosa.  A verdade é que existem dietas consagradas, fórmulas de sucesso como a low carb, ou a cetogênica, só para citar os exemplos mais recorrentes, mas o tratamento mais indicado para você, aquele que realmente dará resultado, é fruto de um trabalho individual.

texto2 (1)

ENTENDENDO OS MOTIVOS

O primeiro passo é compreender que as causas do sobrepeso podem estar além da alimentação. Estresse, medicamentos controlados e até algumas doenças podem ter influência. Justamente por isso, para combater esse quadro, é preciso encarar um tratamento que contemple todas as suas causas e efeitos.

Particularmente, na visão da medicina integrativa, da qual eu compartilho, o melhor caminho para enfrentar qualquer doença é partir para um tratamento integrado, com profissionais de diferentes especialidades, até encontrar a solução que melhor se encaixa a você. Vale contar com medicina alternativa, fitoterapia, auxílio psicológico ou psiquiátrico e o que mais for necessário para compreender o que te levou a engordar e como combatê-lo.

EFEITO PLATÔ, QUANDO A DIETA PARA DE FAZER EFEITO

Você segue uma dieta equilibrada, pratica exercícios físicos regularmente e ainda assim sente dificuldade em perder peso? Nesse caso, você pode estar sofrendo o efeito platô. Ele ocorre quando o nosso organismo já se acostumou com a nossa rotina de alimentação e atividades e o metabolismo voltou a ficar “preguiçoso”.

O acompanhamento de um profissional é fundamental para contornar essa situação, já que somente ele poderá fazer as substituições corretas nos alimentos que você costuma consumir, e até efetuar mudanças na sua rotina de exercícios. O mais recomendado é realizar trocas frequentemente, para tirar o seu metabolismo da zona de conforto.

O papel do paciente também é fundamental nesse processo, já que cabe a ele estar disposto a experimentar novos alimentos e novos preparos, além de conhecer outros tipos de atividade física que podem ser benéficos à sua saúde. Mesmo com toda a adaptação necessária, eu lhe garanto que o esforço valerá a pena.

É o que sempre digo aos meus pacientes, uma dieta só é restritiva quando você não está aberto a conhecer novos paladares. Pense nisso! 

Compartilhe

15/09/20