Capa---1

Você conhece a tireoidite de Hashimoto?

texto1

Possivelmente você já deve ter ouvido falar em tireoidite. Esse é um problema que acomete a glândula tireoide, responsável pela conversão do TSH (hormônio produzido no cérebro) em T3 (triiodotironina) e T4 (Tiroxina), ambos responsáveis pelo bom funcionamento do nosso metabolismo. Porém, o que poucos sabem é que existem tipos diferentes dessa doença, como é o caso da tireoidite de Hashimoto. 

Esse é o tipo mais comum e, por ser uma doença autoimune, o nosso organismo produz anticorpos contra a tireoide, o que desencadeia sua inflamação e, se não for tratada, sua destruição. Isso acontece como uma forma de defesa do nosso corpo, que entende a glândula como uma ameaça e tenta combatê-la. Porém, por ter um papel fundamental na produção e distribuição de hormônios, é preciso diagnosticar e tratar da tireoidite o quanto antes. Lembrando que, a tireoidite de Hashimoto é a principal responsável do hiper e hipotireoidismo. 

texto2

Quais são as causas desse problema?

Como a tireoidite de Hashimoto é uma doença autoimune, as suas causas são genéticas e, nesse caso, não existem processos preventivos. Mas é preciso estar atento para os primeiros sinais de anormalidade para que não hajam grandes problemas para o bom funcionamento do nosso corpo.

Quais são os sintomas?

Alguns pacientes se mostram assintomáticos no período inicial, por isso, é recomendável a análise clínica pelo menos de 6 em 6 meses para garantir a normalidade da tireoide. Os sintomas mais comuns são palpitações, agitação acompanhada de insônia, perda de peso excessiva e fraqueza muscular. Existem casos em que o paciente não sente nenhum sintoma inicial e só descobre a doença quando a tireoide enfraquece ou para de produzir os hormônios, caracterizando o hipotireoidismo. 

texto3

Como é feito o diagnóstico? 

Para identificar os problemas da tireoide é preciso fazer uma exame laboratorial que mede os níveis de TSH, T3 e T4. É um exame de sangue simples e não custa muito caro. Como não existe um tratamento para a doença, a nivelação dos hormônios é feita com medicamentos orais ou soros injetáveis. Inclusive, aqui na Soul Health nós fazemos o tratamento com um boost de minerais como o Tirosina, Zinco e Selênio indicado para os pacientes diagnosticados com alterações nos hormônios tireoidianos. 

O mais importante é fazer um acompanhamento médico para garantir a normalidade das funções da tireoide. Com o diagnóstico precoce fica mais fácil reverter as possíveis reações negativas que a deficiência pode ter no nosso corpo.

Compartilhe

29/05/20