vitaminas-e-o-coracao-banner

Suplementos multivitamínicos não promovem a saúde cardiovascular

Vendidos como parte essencial da dieta, pílulas de vitaminas e minerais não evitam problemas cardiovasculares

vitaminas-e-o-coracao-colher-com-pilulas

Publicado pelo Journal of American College of Cardiology, estudo provou que não há evidências de que consumir suplementos multivitamínicos e minerais regularmente diminui os riscos de doença cardiovasculares, como ataque cardíaco, AVC ou morte prematura.

Esta publicação analisou o resultado de 18 estudos individuais publicados, incluindo ensaios clínicos randomizados, que somam milhões de voluntários e uma média de 12 anos de acompanhamento. Neles, os voluntários eram divididos entre os que consumiam os multivitamínicos e os que dispensavam as pílulas. Como resultado, não foram encontradas associações entre o uso destes suplementos e a diminuição do risco de morte por doenças cardiovasculares.

A controvérsia sobre a eficácia destes suplementos na prevenção de doenças cardiovasculares ocorre há anos, apesar de diversos estudos bem conduzidos que sugerem que eles não ajudam. Os autores desta nova pesquisa se propuseram a combinar os resultados deste estudos científicos publicados anteriormente para ajudar a esclarecer o assunto.

vitaminas-e-o-coracao-vitaminas-dos-alimentosCom esta análise é possível concluir que, em resumo, a população em geral deve parar de recorrer a estas supostas para prevenir doenças cardiovasculares e buscar um profissional da área da saúde para um acompanhamento eficaz. Apenas o profissional qualificado poderá criar um plano que utilize métodos comprovados no auxílio a prevenção de doenças cardiovasculares, como: manter uma dieta saudável (consumir substâncias benéficas por meio da alimentação), fazer exercícios físicos regularmente, parar de fumar, controlar a pressão arterial e níveis de colesterol pouco saudáveis, entre outras.

Compartilhe

24/09/18